• GEABEM

Estudando o Pai Nosso

Por Vaninha


Por que estudar a oração Pai Nosso?


Com as crianças, o estudo precisa ser dinâmico, atraente, divertido e, sobretudo, significativo. Nas aulas de evangelização, o facilitador tem que ter mais que conhecimento, mais que didática e vontade, precisa ter criatividade para despertar nos pequenos o desejo de ser bom, de desenvolver neles o homem de bem que dormita no seu interior.


A tarefa de evangelizar é uma das mais expressivas bênçãos que recebemos no aprimoramento de nós mesmos. Figuramos como colaboradores de Jesus, na sublime semeadura do bem, plantando a semente do Evangelho no coração das criaturas, nesse constante ensinar e aprender.


Assim, torna-se imprescindível saber quem é o evangelizando, quem é essa criança que é colocada sob nossos cuidados na Casa Espírita. Para nos esclarecer sobre essas questões, recorremos às informações que nos trazem os Espíritos.


O evangelizando é um ser espiritual, criado por Deus e que participa dos dois planos da vida; do físico e do espiritual. Nesse processo de autoaperfeiçoamento, o educando se transforma e transforma a realidade que o circunda.


Como foco do processo educativo, deve ser visto de forma integral, ao mesmo tempo que integrado com seu grupo social e com a Natureza, da qual faz parte.


[...] a criança e o jovem evangelizados agora são, indubitavelmente, aqueles cidadãos do mundo, conscientes e alertados, conduzidos para construir, por seus esforços próprios, os verdadeiros caminhos da felicidade na Terra.


A criança é um Espírito reencarnado, dotado de habilidades desenvolvidas ao longo de suas múltiplas existências, bem como de necessidades em fase de aperfeiçoamento.


A Evangelização no período da infância representa ação relevante e imperiosa, capaz de contribuir com o processo de aprimoramento da criança, considerando-se que:


Encarnando, com o objetivo de se aperfeiçoar, o Espírito, durante esse período, é mais acessível às impressões que recebe, capazes de lhe auxiliarem o adiantamento, para o que devem contribuir os incumbidos de educá-lo (O Livro dos Espíritos, questão 383); e que

[...] o Espírito da criança pode ser muito antigo e que traz, renascendo para a vida corporal, as imperfeições de que se não tenha despojado em suas precedentes existências (O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. 8, it. 3).

Pensando assim, em conformidade com a opinião dos Espíritos, as aulas de evangelização são mecanismos que contribuem com a evolução moral e espiritual dos evangelizandos.


Voltando à questão do estudo da oração dominical, encontramos nela a forma mais eficaz de gratidão a Deus. E nesse sentido, trabalhar o seu conteúdo com as crianças é oportunizar o aprofundamento na sua compreensão.


A maioria das pessoas, ao fazer a oração Pai Nosso, o faz sem refletir no seu profundo significado; as palavras são ditas mecanicamente, repetidas sem que se preste atenção no que realmente elas querem nos dizer.


O livro intitulado Pai Nosso, psicografado pelo médium Francisco Cândido Xavier, ditado pelo Espírito Meimei traz essa finalidade: aprimorar a qualidade da prece. Cada frase dessa oração é desmembrada em comentários, contos, lendas e observações que facilitam o entendimento e o sentido da oração dominical ensinada pelo Mestre Jesus.


Como diz Emmanuel na apresentação do livro, para todas as situações difíceis e para todos os problemas da luta humana, Meimei encontrou na oração do Senhor um ensino e uma solução, um apontamento e uma bênção, oferecendo-os às crianças, nestas páginas que constituem fragmentos luminosos do seu coração, em forma de letras.


O pão nosso de cada dia, dá-nos hoje ...


#evangelização


22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo